quinta-feira, 10 de maio de 2012

Oração de uma mãe


Senhor,
quando eles rabiscarem as paredes,
ajuda-me a enxergar o arco-íris!
E, quando eu já tiver dito
 a mesma coisa cem vezes,
dá-me paciência 
para repeti-la outras cem!
E naqueles dias terríveis em que tenho
de dizer-lhes para se comportarem 
de acordo com a idade que têm,
ajuda-me a lembrar que eles estão
fazendo exatamente isso!
E, por falar em idade, Senhor,
quando eu começar 
a perder a paciência,
ajuda-me a me comportar
de acordo com a minha!
E quando ao resto, Senhor-
marcas de dedos nas paredes,
narizinhos escorrendo,
quartos desarrumados,
papel higiênico desenrolado,
videotapes destruídos
e brinquedos quebrados-
ajuda-me a lembrar disto:
Um dia, eu vou desejar muito
que estes tempos voltem!

Texto escrito por minha xará:
Angela Thole


6 comentários:

Ana Paula disse...

Amei!!!

Marileide Santos disse...

Amei lindo, é verdade as vezes nos cansamos tanto, mais tem horas que me pego sorrindo das aventuras de dos pequenos em momento de solidão quando estou indo para o trabalho.
Passa muito rápido, filhos são presentes de Deus para nossas vidas!

Beijos.

Tunin disse...

Os pequenos, às vezes, nos fazem perder a paciência, mas se tivermos o equilíbrio na oração, venceremos com a amor suas peraltices.
A tua oração é muito linda e edificante.
Abração.

edumanes disse...

A pequenada faz travessuras
Aos mais velhos dão alegria
Nas brincadeiras de aventuras
Não se cansam de correr todo o dia!

Também já fui criança
Minha infância atribulada
Alheio à ignorância
Por ter quase nada!

Boa noite para vovê,
um abraço
Eduardo.

Ivana disse...

Muito lindo e inteligente esse poema. FELIZ DIA DAS MÃES, UM BEIJO!

Renata disse...

Olá amada, estou aos poucos retomando as atividades do meu blog e a primeira coisa a fazer é visitar os amigos heheheheh Abraço e a paz do Senhor!