segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O poema de uma filha




           Eram quase dez horas da noite e o dia havia sido repleto de compromissos. A casa estava silenciosa, minha esposa lia um bom livro e meus filhos já estavam em suas camas aconchegantes. Faltavam duas semanas para o dia dos pais, e minha igreja pediu-me que escrevesse um artigo sobre como ser um bom pai. Sentei-me para fazer algumas anotações.
        - Pais devem ser...receptivos - murmurei comigo mesmo ...afetuosos, acessíveis e ...
        De repente, a porta de meu escritório abriu e Brittany, de oito anos, entrou. Minha primeira reação foi dizer-lhe que voltasse para a cama. Já era tarde, e ela teria aula no dia seguinte, mas fui impedido pelas palavras que acabara de escrever. Eu a abracei.
        - Papai, você ainda está escrevendo sobre como ser um bom pai?
        - Sim, mas já estou quase terminando.
    - Talvez eu possa ajudar você... - ela disse, colocando gentilmente um pedaço de papel em minha mão. - É um poema que escrevi sobre você.

                                   O Amor de um PAI


 Pais são bons,
Pais são legais,
Abraços e beijos nos dão,
antes de na cama nos colocar.
Por toda a vida nos amarão.
Então, o que merecem ganhar?
Amor

       Abracei minha filha e cochichei:
       - Este é o poema mais lindo que já li.- Fiquei com ela mais alguns instantes antes que voltasse para a cama, agradecendo a Deus o privilégio de ser pai.

                                 Steve Stephen


                

4 comentários:

Célia Rangel disse...

Lindíssimo! Quanto amor sincero rolou nesse momento de afinidade afetiva!
Bjs. Célia.

Blog da Nena disse...

Oi Angela! Linda postagem!
Passei só para dar um oi e desejar boa semana. Beijos ! Nena

Edite disse...

Lindooo! Basta apenas um pequeno gesto para demonstrar o amor . Este texto mostra como o amor e a felicidade estão nas pequenas atitudes do dia a dia. São pequenos gestos que fazem a diferença.Bjs

Ailime disse...

Maravilhoso esse gesto e poema!
Os filhos nos ensinam e dão tanto!
Beijinhos com o meu carinho.
Ailime